Você certamente tem ouvido falar muito sobre Inbound Marketing. Mas, afinal, o que é isso? O Inbound Marketing, ao fazer uso de um conjunto de estratégias, faz com que o cliente tenha interesse pela sua empresa, produto ou serviço — ou seja, é o cliente indo ao seu encontro, e não o contrário.

O objetivo do Inbound é fazer sua empresa ser encontrada online — seja por meio dos mecanismos de busca, de um blog ou das redes sociais. Mas, para que isso aconteça, é fundamental que haja um planejamento de Inbound Marketing. Quer saber como embarcar nessa? Continue a leitura!

Aprenda_como_fazer_um_planejamento_de_Inbound_Marketing_eficiente.jpg.jpeg

Defina seus objetivos

Primeiramente, é preciso entender o mercado e a realidade econômica atual. Diante disso, estabeleça metas alcançáveis dentro de um período determinado. A partir desses parâmetros, considere o valor que pretende investir durante o período estabelecido — e certifique-se de que ele caiba no seu orçamento.

Defina personas

Essa etapa é fundamental para identificar de forma certeira o seu público-alvo, conversar com “ele” na mesma linguagem e, sobretudo, entender e atender às suas necessidades e expectativas — potencializando as chances de atração e conquista.

Escolha os canais de distribuição

A partir da análise das personas que deseja alcançar, é possível definir quais canais serão trabalhados. Todo o plano de ação deve ser alinhado objetivando alcançar o seu cliente em potencial no meio em que ele está inserido. Se seu público frequenta principalmente o LinkedIn, não adianta ignorar essa rede social e focar seus esforços no Instagram.

Monte seu plano de Inbound Marketing

Aproveite a audiência das redes sociais para atingir seu público-alvo. Defina como será o seu blog — que tipo de conteúdo será publicado e com que frequência, como será o layout, sobre que assuntos seu público quer ler. Não deixe, também, de estabelecer disparos de e-mail marketing. Nessa etapa, é importante definir claramente como será cada campanha.

Por exemplo, ao definir o calendário editorial do blog, este deve contemplar os períodos de publicação — semanal, mensal, diário, etc. Atente-se que, uma vez estabelecido, é importante seguir esse calendário. Portanto, assegure-se de que você possui conteúdo suficiente para atender à programação.

O mesmo pode acontecer com as redes sociais, mas tome cuidado para não inundar a timeline das pessoas com excesso de postagens! O Facebook, por exemplo, não precisa necessariamente seguir um calendário, por ser mais dinâmico, podendo receber algumas inserções de conteúdos mais curtos — assim como no Twitter. Mesmo assim, tenha bom senso na frequência de posts.

Já o e-mail marketing pode ser disparado em períodos mais longos. Um disparo mensal, por exemplo, pode atender ao calendário e alcançar o objetivo.

Lembre-se: as pessoas preferem ler conteúdo relevante em vez de propaganda pura e simples. Seja criativo e ofereça mais, indo além da divulgação de produto e ofertas.

Foque no funil de vendas

Tudo o que falamos até agora tem como objetivo a conversão de vendas. Portanto, é importante entender como é a trajetória do cliente em cada etapa do funil de vendas para alcançar tal objetivo.

Cada etapa em que o cliente estiver necessita de um conteúdo específico. Veja quais são elas:

Entrada do funil

O cliente que está buscando por informação precisa ser alimentado com o conteúdo que procura, para que a sua atenção seja despertada. O primeiro passo, portanto, é a atração. As redes sociais agem de forma eficiente nessa etapa.

Meio do funil

Aqui, o cliente em potencial já não é um mero visitante — ele possui alguma simpatia pelo conteúdo, tem um problema e busca por possíveis soluções. Talvez seja a sua! Agora, ele se torna um lead — e tem chances de caminhar para a próxima etapa do funil. O mais interessante para esse lead são os conteúdos exclusivos produzidos pela empresa, como e-books, guias, tutoriais, webinars, videoaulas, etc.

Fundo do funil

Nesse momento, a sua lead qualificada está muito próxima de se tornar um consumidor da sua marca, produto ou serviço. O mais indicado, aqui, é o direcionamento para páginas de produtos, estudos de caso de sucesso, pesquisas de mercado com dados consistentes e vídeos. O conteúdo é muito mais rico.

E então, entendeu melhor como funciona e como fazer um planejamento de Inbound Marketing? Para continuar aprimorando cada vez mais sua empresa, assine nossa newsletter e acompanhe todo o nosso conteúdo!


Publico Digital

Publico Digital

Uma agência de Marketing Digital com foco em Inbound Marketing, especializada em atrair visitantes e convertê-los em leads e consumidores.


Deixe um comentário