Possivelmente, ao ler sobre Marketing de Conteúdo, você irá se deparar com o termo Inbound Marketing. Mas, você sabe qual a relação entre as duas expressões?

inbound-marketing-x-marketing-de-conteudo-entenda-a-diferenca.jpeg

Muitas pessoas acreditam que se tratam de sinônimos. Outros pensam que são duas variações do marketing com características distintas.

Na verdade, o Marketing de Conteúdo é um dos pilares do Inbound Marketing. Definindo os termos separadamente, essa explicação ficará mais simples, o que vamos fazer no post de hoje. Acompanhe!

Inbound Marketing

Inbound Marketing (que pode ser traduzido como Marketing de Atração) é uma metodologia com o foco em atrair os potenciais clientes e fazer com que eles sejam sempre clientes.

O Marketing Tradicional (ou Outbound Marketing) vai até o possível cliente e tenta chamar a atenção dele das mais diversas formas, e muitas vezes acaba alcançando pessoas que não combinam com o seu perfil.

Já o Inbound torna a marca “encontrável” por essa pessoa, como uma solução para um possível problema e, por isso, age de maneira direcionada, o que diminui ainda mais os custos e permite os dados serem mensurados e analisados.

Mas, afinal, por que ser encontrado é uma boa estratégia?

Pense como um consumidor. Ninguém gosta de ser incomodado com um anúncio que não lhe interessa, ou em uma hora inconveniente. Dessa forma, o Inbound gera empatia. As pessoas não têm apenas um contato com a marca, mas são conquistadas por ela.

Novamente pensando como consumidor: quantas propagandas por dia você vê? E a quantas você realmente dá importância?

O Inbound se destaca do Marketing Tradicional por que não fica lutando para chamar a sua atenção em meio à poluição de anúncios que já existem. Ele se deixa ser encontrado por você.

Por último, buscar uma informação demanda uma necessidade, certo? Se uma marca atende a sua necessidade, ela se torna uma referência, ganha autoridade e ainda é “selecionada” exatamente por quem realmente tem interesse.

Todo esse processo de atrair o consumidor até fidelizá-lo é dividido em 4 etapas:

  • atração: ser encontrado;
  • conversão: tornar aquela pessoa não apenas mais uma visitante, mas um lead;
  • fechamento: processo de transformar esse lead em cliente;
  • encantamento: processo de transformar esse cliente em um cliente fidelizado.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo nada mais é que uma estratégia de atração de possíveis clientes por meio de conteúdo relevante.

Ou seja, ele é uma possibilidade de aplicar o Inbound Marketing.

Um bom conteúdo é uma ótima opção de Inbound porque tem baixo custo, gera autoridade, valor para quem o consome, possui inúmeros canais e atende as mais diversas necessidades do possível cliente.

Mas, não é suficiente escrever um conteúdo e publicá-lo de alguma forma. O Marketing de Conteúdo é estratégia, e, por isso, exige planejamento, documentação, execução e muito monitoramento.

Afinal, publicar um conteúdo na internet, por exemplo, não é uma tarefa difícil. Contudo, tornar aquele conteúdo uma resposta a uma necessidade e ainda converter a audiência a um cliente fidelizado é algo bem mais complexo.

E o conteúdo pode ser utilizado em todas as 4 etapas do Inbound. Vamos ilustrar:

  • atração: um blog post que resolve uma dúvida de um usuário;
  • conversão: um e-book que capta as informações do usuário com uma Landing Page;
  • fechamento: um tutorial sobre seu produto;
  • encantamento: nutrição do cliente com e-mails marketing.

Quer saber mais sobre Marketing para conhecer e executar as melhores estratégias? Curta nossa página e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!


Publico Digital

Publico Digital

Uma agência de Marketing Digital com foco em Inbound Marketing, especializada em atrair visitantes e convertê-los em leads e consumidores.


Deixe um comentário